Marquinhos Santos foi dispensado no Paysandu com 52% de aproveitamento

12 de Fevereiro de 2018  // 

O presidente do Paysandu, Tony Couceiro, dispensou na tarde desta segunda o técnico Marquinhos Santos. O elenco que se reapresentaria ganhou folga até a próxima amanhã. O último jogo foi na sexta pela Copa Verde. Jogando em Porto Nacional, cidade a 60 km de Palmas, capital de Tocantins, o Paysandu empatou em 0x0 com o Interporto. Esta é a primeira fase da competição e ainda tem o jogo de volta em Belém do Pará. Neste ano o Paysandu iniciou as atividades no dia 3 de janeiro. No dia 17 fez sua estreia no Estadual jogando na Curuzu e venceu o Parauapebas por 1×0. Fez três vitórias seguidas, fato que o Paysandu não conseguia há três anos. Na sequência perdeu o clássico para o Remo no último minuto. Foi eliminado na Copa do Brasil pelo Novo Hamburgo, atual campeão Gaúcho, em jogo no Sul. No retorno ao Estadual empatou em 0x0 com Paragominas jogando fora de casa e empatou na sexta pela Copa Verde. Ainda há atletas contratados que não fizeram sua estréia no Paysandu.

Marquinhos Santos assumiu o Paysandu após a 10a rodada da Série B do ano passado. O time estava caindo da tabela de classificação e ocupava a 14a posição com 12 pontos e 40% de aproveitamento. Marquinhos Santos recuperou o time na competição nacional e fechou sua campanha com 48 pontos, na 11a posição e com 45% de aproveitamento. Diretoria promete pagar a rescisão na próxima quarta feira quando o clube retorna aos trabalhos. Marquinhos Santos tem 38 anos de idade e pouco mais de 5 anos de carreira como técnico no profissional. Neste período conquistou três Estaduais. Paranaense pelo Coritiba em 2013, Baiano pelo Bahia em 2014 e o Cearense pelo Fortaleza em 2016.

Acaz Fellegger
Jornalista Mtb 19.426 SP

12/fevereiro